Cotidiano Decoração Casa Jardim

8 plantas fáceis para cultivar em apartamentos

31/01/2022 - admin.viqua

capa

Cada vez mais o cultivo de plantas vem se tornando mais popular ao redor do mundo. Sejam por fins de objeto de decoração ou por hobby, as plantas promovem diversos benefícios físicos e mentais para quem cultiva, como por exemplo, ajudando a refrescar o ambiente, purificam o ar, e algumas espécies podem até ajudarem a ter uma noite de sono melhor. Porém, para quem mora em apartamento, começar esse hobby pode ser um desafio, já que é um espaço menor, sem jardim.

Pensando nisso, a Viqua preparou esse post com dicas de tipos de plantas que podem ser cultivadas em espaços pequenos como apartamentos ou geminados, que não exigem tanta luz e sejam fáceis de cuidar.

• Lança de São Jorge (Sansevieria cylindrica)

Com folhas verticais e pontiagudas, a Lança de São Jorge é uma das plantas mais fáceis de se cultivar em ambiente fechado, pois exige poucas regas e pouca adubação. Além disso, ela é perfeita para decorar os cantos do apartamento, pois se desenvolve muito bem em ambientes de pouca luminosidade. É uma planta resistente e pode ser plantada tanto em vasos como em jardins de pedra.

• Palmeira-ráfis (Rhapis excelsa)

Originária da China, a palmeira-ráfis (também conhecida como palmeira-ráfia) é conhecida pelo seu caule fino e longo, lembrando um bambu. Essa palmeira tem um crescimento um pouco lento, e deve ser mantida em um ambiente bem iluminado, porém, protegida do sol, além de precisar de rega sempre que o solo estiver seco. Bonita e simples de cuidar, é ideal para ser cultivada em salas de estar, devido ao seu tamanho, e é a opção perfeita para decorações voltadas para uma estética mais tropical ou oriental.

• Camedórea-elegante (Chamaedorea elegans)

A Camedórea-elegante é uma espécie de palmeira que pode chegar até 2 metros de altura e é ótima para plantar em vasos. Ela é uma planta que necessita de bastante umidade, por isso deve ser regada em torno de 4 vezes por semana, é importante prestar atenção na coloração das folhas, que se estiverem amareladas servem como indicativo de que a planta precisa de mais água. Deve, também, ser mantida longe da luz direta do sol, preferindo ambientes à meia-sombra ou com luz difusa e com baixa corrente de vento.

• Bambu da sorte (Dracaena sanderiana)

O bambu da sorte, mesmo sendo originário da África, foi popularizado entre os orientais que veem como símbolo de fartura, prosperidade e sorte. Ele é uma opção simples de cuidar e que pode ser cultivado tanto na água quanto na terra, bastando mantê-lo longe do contato direto com sol. É importante lembrar de sempre ajeitar os galhos do bambu da sorte para manter o aspecto decorativo.

• Samambaia-americana (Nephrolepis exaltata)

A samambaia americana é uma das espécies mais bonitas de samambaia, com folhas grandes que crescem para todos os lados. Ela é uma planta que não se dá bem com o calor, então é indicada para ambientes internos onde não há contato direto com o sol. A samambaia é uma peça versátil na decoração, pois pode ser colocada suspensa ao ar, mas sempre é importante lembrar que ela precisa ser regada com frequência.

• Singônio (Syngonium podophyllum)

Singônio é uma ótima opção para quem gosta de cultivar folhagens, com folhas bastante vistosas e decorativas e pode ser cultivada como trepadeira. É uma planta que se adapta bem à meia-sombra e precisa de rega constante, mantendo sempre a terra úmida. É importante ressaltar que o singônio é uma planta venenosa, e deve ser mantida longe do alcance de crianças e pets.

• Pacová (Philodendron martianum)

A pacová, também conhecida como babosa-de-pau, é uma planta nativa do Brasil e tem longa duração de vida. Com folhas largas, a pacová é uma opção linda de planta decorativa e se adapta a ambientes bem iluminados, mas sem sol direto. Natural do Brasil, a planta prefere clima tropical, e não se adapta bem a locais frios, além de necessitar rega a cada dois ou três dias, mantendo o solo sempre úmido.

• Costela de adão (Monstera deliciosa)

Queridinha dos amantes de plantas, a Costela de Adão é uma peça elegante de decoração, trazendo um ar moderno para o seu ambiente. Ela deve ser mantida em um local bem iluminado, mas sem luz do sol direta, ela deve também receber regas frequentes, entre duas a três vezes por semana, mas no inverno pode-se diminuir a frequência.

Cuidar de plantas é um ótimo hobby e uma ótima forma de dar uma renovada na decoração da casa, basta ter os cuidados certos que você conseguirá ter seu apartamento repleto de vida.

Gostou das dicas que trouxemos hoje? Compartilhe-o com algum amigo, parente ou vizinho que mora em apartamento ou tem uma casa pequena, quem sabe ele não se interessa e começa a cultivar suas próprias plantas?

Siga a Viqua em todas as redes sociais e não perca nenhum conteúdo!